Cat do dia

Esta é a Pituxa que vive com seus amigos dogs, o Pingo e o Bethoven.
Muito gata!

20130920-225500.jpg

Os dogs “acorrentados” de Nirit Levav

Nirit Levav é uma artista que desenvolve toda uma série de dog art, esculturas de cachorrinhos de várias raças e tamanhos, construídos com correntes e peças de bicicleta. Uma proposta interessante e sustentável, os dogs ficam super fofos, muito parecidos com os reais e de uma forma bem criativa!

A artista tem participado de feiras de arte apresentando e vendendo as peças, tem sempre alguma novidade no facebook que você pode ver clicando aqui.

Tem até um cãozinho fazendo cocô, o Tuzy. Nirit diz em seu site que não quis ofender ninguém com esta peça, quis mostrar o que acontece com todos quando a natureza chama…

20130818-004211.jpg

20130818-004239.jpg

20130818-004258.jpg

20130818-004429.jpg

20130818-004446.jpg

20130818-004500.jpg

20130818-004513.jpg

20130818-004526.jpg
…porque não importam as diferenças, a verdade é que somos todos iguais.

Dogs (muito especiais) do dia.

Hoje o post é dedicado aos dogs especiais.
Escolhemos as fotos de Carli Davidson para representá-los.

Além de fotógrafa, Carli é dedicada à causa animal e criou um projeto, inspirada também em um cãozinho que perdeu as duas patas dianteiras, para mostrar que animais com deficiência são felizes e ótimos companheiros. Segundo a fotógrafa, Ramen Noodles é muito feliz, apesar de não ter as duas perninhas (que perdeu por causa de maus tratos do dono anterior), ele brinca, pega seus brinquedos, corre, é super amoroso e fiel, sua dona Jamie e ele estão sempre juntos.

Carli está preparando um livro sobre animais com deficiências, que conta com a participação de Ramen. “Eu espero que as pessoas aprendam um pouco com a história destes animais, e a admirarem a força desses animais, e seu senso de normalidade que as fotos e as histórias retratam.”

Exemplos de vida!

20130910-005811.jpg

Clique aqui para ver mais fotos de Ramen Noodle por Carli Davidson.

Quando a covardia contra os animais terá um fim?

Estava escrevendo o post de hoje e a idéia era colocar os cliques incríveis da fotógrafa Carli Davidson que fez um ensaio com cães portadores de necessidades especiais, além de muitos outros ensaios.

Nisto vi duas notícias que cabem aqui pra pensarmos e não deixarmos passar estes absurdos:
O primeiro é a reportagem da revista VejaSP (é só clicar no link para ler a matéria inteira) mostrando vários casos de crueldade e agressão contra os animais. Foram feitas duas capas, uma com um cãozinho que passava fome e frio, acorrentado por seu próprio dono e a outra com um gatinho que foi tão espancado que perdeu um olhinho, ficou cego.

20130909-210036.jpg
A matéria fala de cães, gatos, cavalos, pássaros e até um macaquinho, todos vítimas das barbaridades cometidas por pessoas sem a menor noção. Pior ainda saber que estes crimes são julgados como crimes menores e que os CRIMINOSOS NUNCA são presos, o máximo a que são condenados é prestar serviço à comunidade, dar cestas básicas ou ração e fica tudo por isto mesmo.

E pensar que muitos destes cãezinhos especiais são hoje especiais porque sofreram tortura, abusos maus tratos, como diz o título da matéria, “covardia sem punição”.
É triste, muito triste!

A outra notícia é de uma criança que foi atacada e morta por cães de rua na Romênia o que gerou um protesto da população no último domingo em apoio à um plano para exterminar TODOS os cães de rua da capital do país, Bucareste. Leia a notícia aqui.

Lógico que não estamos falando da tristeza e da fatalidade de perder uma criança de quatro anos atacada por cachorros de rua, isto é terrível e sem reparação, mas matar todos os cães não vai trazê-la de volta e nem resolver o problema que é muito sério. Por que estes cães estão na rua? De quem é a responsabilidade? A culpa é dos cães que estão ali abandonados?
Eles dizem que a vida humana está acima dos animais, mas quem deixou estes animais abandonados à própria sorte? Não foram estes mesmos humanos que se dizem superiores à vida animal?

Isto não está acontecendo no nosso país, mas já tivemos situação semelhante em Santa Cruz do Arari, semelhante e até pior, (não sei se é possível achar melhor ou pior nestas situaçōes), mas mataram por dinheiro e a manifestação dos romenos é por revolta.

Não podemos ficar indiferentes e nos omitir, é preciso assinar, apoiar, divulgar.
Juntos podemos MUITO mais.

No projeto dogartbr, duas artistas quiseram representar estes dogs especiais, chamando a atenção das pessoas:

A Thaila Ayala, desde que foi convidada, queria mostrar a realidade dos cachorrinhos que são resgatados, como são encontrados machucados, com fome, com frio.
Este é o dogart da Thaila.

20130909-211349.jpg

E a Lele Siedschlag que fez uma linda dogart especial, a Vanilla, já com sua cadeira de rodas e vivendo feliz!

20130909-223813.jpg

A fotógrafa fica para o próximo post.

Dog do dia

Foto linda demais!
Amizades que supreendem.

20130830-011210.jpg

Imagem do site:
http://www.not1.com.br/

Uma “casa própria” para nossos Pets

Muitos de nós que amamos nossos melhores amigos, dogs e cats, temos os fofos sempre perto de nós, tão perto que deixamos subir no sofá, na poltrona, dormem conosco bem atravessados na cama ocupando um belo espaço, ficam no colo, na almofada, estão onde estamos, não tem a sua “casa própria”.

Hoje postei no Instagram este sofá com espaco para os pets e fiquei curiosa sobre o que o mercado oferece.

20130830-002211.jpg

Foi uma surpresa ver quantas possibilidades temos neste segmento.
Encontrei casas desenhadas por arquitetos famosos em projeto desenvolvido aqui no Brasil por Ana Cordeiro, uma exposição de arquitetura no México, a primeira inspirada em arquitetura canina, dogchitecture, que aconteceu em julho e agosto deste ano de 2013, casinhas/caminhas em acrílico, tecido, madeira, em estilo colonial, casinhas que são também mesinhas de centro ou de canto. Tudo para o conforto dos nossos queridos animais.

Especialistas dizem que por maior que seja o amor que sentimos por eles, seria melhor para saúde emocional (deles e nossa) que fossem tratados com disciplina e que tivessem seu canto para dormir, comer, fazer suas necessidades.
As atitudes firmes e amorosas trazem segurança para eles e mais tranquilidade para nós.

Selecionei estas fotos e ainda tinha muito mais!!
Opção não vai faltar na hora de escolher uma casa nova!

20130830-002407.jpg

20130830-002454.jpg

20130830-002508.jpg

20130830-002522.jpg

20130830-002542.jpg

20130830-004643.jpg

20130830-004730.jpg

20130830-004742.jpg

20130830-004756.jpg

20130830-004809.jpg

20130830-004827.jpg

20130830-004836.jpg

20130830-004900.jpg

20130830-004912.jpg

20130830-004934.jpg

20130830-004949.jpg

20130830-005021.jpg

20130830-005039.jpg

20130830-005108.jpg

20130830-005122.jpg

20130830-005135.jpg

20130830-010747.jpg

Crueldade nunca mais

Neste domingo, dia 18 de agosto, aconteceu a segunda manifestação Crueldade Nunca Mais.
O povo foi às ruas em mais de 200 cidades para pedir penas maiores e mais severas para crimes cometidos contra os animais.

O nosso projeto dog.art foi criado também com o objetivo de conscientização da importância da guarda e da responsabilidade que temos com os animais, sejam eles nossos ou não, pois existe uma quantidade absurda de animais abandonados, maltratados e contrabandeados.

Não podemos ficar indiferentes à situação. Sempre existe uma forma de ajudar.

Acreditamos que juntos podemos muito mais, que se nos unirmos com os mesmos objetivos terão que ouvir a nossa voz.
A nossa voz pela voz dos animais.
Falamos por eles, por amor a eles!

Precisamos da sua assinatura.
Entrem no site, assinem e por favor ajudem a divulgar:
www.crueldadenuncamais.com.br

20130819-011559.jpg

Dog do Dia – Trotter

A dona de Trotter é Sonya Yu, fotógrafa especialista em alimentos e nele, seu bulldog francês fofo!

20130817-004809.jpg
No Instagram @trotterpup

A Dama (Lady) e o charmoso Vagabundo(Tramp)

A Dama e o Vagabundo é um dos desenhos animados produzidos por Walt Disney.
Foi lançado em 1955, mas desde os anos 30 já existia a Lady, ainda sem o seu vagabundo.
Romances com outros cães foram esboçados, mas nenhum que tenha sido considerado forte. Até que baseado num conto de Ward Greene a história foi finalizada.

O filme começa mostrando um casal de aristocratas,o querido e a querida, e parte do ponto em que o marido presenteia a esposa com uma cachorrinha da raça cocker spaniel, tratada com todos os mimos. Contam que esta cena foi baseada em um episódio real da vida de Walt Disney que esqueceu um jantar com a esposa e a presenteou com um filhotinho dentro de um chapéu. Foi perdoado na hora.

A história segue com a gravidez da Querida, quando então, Lady começa a senti-se rejeitada e com ciúmes. A cachorrinha é consolada pelos amigos, o bebê nasce, tudo se ajeita, Lady volta a sentir-se amada.
O casal de humanos viaja e começam as intrigas que fazem com que a Dama fuja e conheça o amor da sua vida, o vagabundo!
A Dama se apaixona pelo Vagabundo, um vira lata charmoso, descolado, que cuida dela e a protege dos perigos da cidade e defende o bebê humano de uma ameaça(um rato) tornando-se um herói!
Os dois se casam e tem muitos vira latinhas!!

Ah! E temos ainda a cena onde a Dama e o Vagabundo jantam um prato de espaguete em um restaurante italiano que é considerada uma das mais românticas do cinema.

Dizem que a cena do rato ameaçando o bebê, foi inspirada na história de um homem que chega em sua cabana e a encontra revirada, castiga seu cão e depois encontra uma cobra morta, seu cão bagunçou tudo até encontrar a cobra e defender seu dono.

Vale a pena incentivar as crianças a assistir e ver junto!
Será que este desenho faz parte do repertório das crianças de hoje?

20130802-163635.jpg

20130802-163651.jpg

20130802-163735.jpg

20130802-163756.jpg

20130802-163812.jpg

20130802-163845.jpg

Um risco de ponto cruz do casal apaixonado!

Menu